Terça-feira, 6 de Junho de 2006

Amizade...

 

Hoje fizeste-me pensar...

Fizeste-me pensar qual o lugar que os teus amigos ocupam no teu coração.

Tu mudaste, já não tens aquele sorriso de criança que recebe um doce, de menino. No seu lugar está agora um tom de seriedade.

O teu olhar anda distante, os teus passos afastam-se cada vez mais... perdeste o rasto do caminho que te levava até nós...

Sei que se fazem novos amigos, que por vezes precisamos de estar sozinhos... mas até que ponto para ti, os teus novos amigos te fizeram esquecer de nós?!!!

Já nem sequer festejas os aniversários connosco, esqueces mesmo que os teus velhos amigos, os que sempre te apoiaram, que sempre estiveram a teu lado...

Não quero acreditar que a tua amizade era só porque te dava jeito, ou porque te ficava bem ser nosso amigo...

Já não te reconhecemos...

Estás ausente...

Não haverá lugar para nós nesse teu mundo?!!!

 


Rascunho por Sofia às 15:30
link do post | Escreve tu também... | favorito
|
3 comentários:
De Mily a 7 de Junho de 2006 às 14:54
No meu blog fizeste uma analogia entre as rosas e as pessoas... e lendo agora teu "desabafo" fiquei a imaginar a dor que fica no coração quando um amigo se afasta e vai em busca de novos relacionamentos, sem se dar conta de como está ferindo os amigos antigos. E eu fico a me perguntar: será que uma pessoa que se afasta de nós sem nenhuma explicação, e sem que tenhamos dado nenhum motivo para isto, passando a dar mais atenção aos novos amigos... será que essa pessoa sentia por nós uma amizade verdadeira? Na minha opinião podemos (e devemos, por ser saudável) ter diversos amigos, cada um com sua peculiaridade, cada um contribuindo de alguma forma para o nosso crescimento, assim como usufruindo de tudo aquilo que ficamos a lhes oferecer. Amigos (pessoas, enfim) são como as rosas, cada um com sua forma (natureza), sua textura (personalidade), com seu perfume (sensibilidade), interagindo com nosso jeito "rosa" de ser. Para que se afastem tem que haver um motivo... um espinho que fere ou uma folha que arranha... e somente o diálogo é capaz de detectar o que foi que magoou. Na amizade verdadeira tem que haver franqueza permeando a relação. Apesar de um certo lamento, uma possível tristeza, detectada no texto, a imagem das crianças torna o momento de extrema sensibilidade e ternura. Deixo-te beijos carinhosos, meu anjo, e o desejo de que na tua vida somente aconteçam amizades que possam te trazer alegrias, paz, sorrisos, e muito amor.


De rosa maria a 8 de Junho de 2006 às 14:06
Por vezes é apenas necessidade de estar com o nosso eu...não sei de quem falas, mas digo isto, porque de vez em qd acusam-me desse género de atitude, que tomo por simplesmente precisar de estar comigo...quem sabe não será o mesmo, ou talvez a tentativa de alargar as amizades?Provavelmente, se precisares, estará lá...
Fica um beijo


De soaresesilva a 8 de Junho de 2006 às 19:04
Os amigos antigos são os verdadeiros amigos e os mais importantes. Se se afastam é porque afinal não eram amigos ou se ofenderam qualquer coisa nossa muito grave.


Podes escrever tu...

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Momentos

. ...

. Tu...

. Coisas Simples...

. Mais que mil palavras...

. ...

. ...

. Sonhos e melodias...

. Lágrima...

. ...

. Se eu fosse...

.Passar do tempo

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds