Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006

Mensagem...

bottle.jpg

Escrevo...
Escrevo para libertar a minha dor, a minha angústia e o meu amor por ti.
Ando perdida a deambular na noite da minha cidade. As ruas parecem-me estreitas e frias como eu nunca vi.
De repente torna-se tudo mais escuro e o silêncio fica insuportável, eu paro, e penso em todos os momentos vividos.
Fico do lado de fora da história e vejo...Vejo-nos ali um em frente ao outro sem dizer nada, quando algumas palavras poderiam fazer sentido, mas não ficamos ali, imóveis, nem uma palavra...
De repente um de nós vira costas e vai-se embora, o outro fica ali a observar, até que sem pronunciar uma única palavra se afasta também. Na verdade esta pode ser a última vez...certamente não haverá uma próxima...




(é a coisa mais triste que escrevi nos últimos tempos)

Rascunho por Sofia às 12:04
link do post | Escreve tu também... | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2006 às 18:53
ok bonito, sentido, faz viajar e tudo... agora quero mais :)ruizocas
(http://bloguesfera.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ruizocas@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Janeiro de 2006 às 14:37
É triste pois é! Será que não existiam mesmo palavras ou elas não foram pronunciadas por algum factor? Será que não apetecia fazer o contrário? Pensa nisso. Bjinhos.Ritisabel
(http://pegadasnaareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritalexandre@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Janeiro de 2006 às 11:16
Percorro caminhos de olhos atentos à paisagem que me rodeia e de vez em quando "encalho" em pessoas. Uma "lindas", outras nem tanto, mas pessoas. Pessoas que mais tarde ou mais cedo se desvanecem nas paisagens a que pertecem e das quais sou só um espectador atrasado. Elas não existem, porque a sua consistência na minha vida é efémera. Fica uma triste memória e a frustação de não ter havido tempo para realizar os sonhos. Ficam só os caminhos percorridos.Encantamentos
(http://pagan.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 21:27
retribuindo a tua visitinha no meu cantinho!!
Amor
a tua voz
e a minha sensação de vácuo

de liberdades paralelas
ontem
esquinas encontradas
no ângulo dos lábios


Amor
a tua lâmpada de nevoeiro
sulcado
manhãs de aves
súbitas
com noites inventadas


nada
é o teu rosto
insetos de vertigem
sem paisagem.




apaixonada
(http://deusadoprazer.blogs.sapo.pt)
(mailto:apaixonada_1@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 12:40
Obrigado pela visita ao meu blog. Este texto está muito tocante, muito marcante é de facto bom este teu espaço. ;)Jamour
(http://jamour.blogs.sapo.pt)
(mailto:jamie_jamour@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 12:13
Revi me naquilo que escreves te.... Fiquei triste e aliviada por afinal haver alguem a sentir o mesmo que eu. Mas sabes, faz bem escrever, soltar a dor dentro de nós.... Sempre que precisares conta comigo! Fica bem Catarina
(http://fazesmefalta@blogs.sapo.pt)
(mailto:porcelinna1@sapo.pt)


Podes escrever tu...

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Momentos

. ...

. Tu...

. Coisas Simples...

. Mais que mil palavras...

. ...

. ...

. Sonhos e melodias...

. Lágrima...

. ...

. Se eu fosse...

.Passar do tempo

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

SAPO Blogs

.subscrever feeds