Quarta-feira, 19 de Abril de 2006

Fim...

 

Conheço-te há uns três ou quatro anos, e desde sempre tivemos uma relação estranha.

Nunca nehum de nós entrou no mundo um do outro, nunca nenhum de nós se mostrou como realmente é, nunca nenhum de nós abriu o seu coração.

Às vezes, e por momentos, parece que somos amigos há anos, mas a verdade é que a maior parte das vezes parece que não nos conhecemos. Podemos até estar um ao lado do outro, mas nem eu nem tu dizemos um simples "Olá".

Percebo que comigo não tens o mesmo à vontade que com as tuas outras amigas... Porquê?!!!

Lembro-me de uma vez em que depois de me abraçares eu disse que me ia embora, e vi nos teus olhos, querias que ficasse, mas não proferiste uma palavra, deixaste-me ir embora...

Hoje, já não sei nada, talvez a distância entre nós esteja cada vez maior, ou simplesmente é o destino...

Hoje sigo o meu caminho, e tu seguirás o teu...

Hoje ponho fim a este blog, já não faz sentido... a minha jornada na vida vai continuar, e como este blog foi feito a pensar em ti, também tem que acabar aqui.

Levo apenas comigo as memórias de um amor que viveu em silêncio...

FIM

sinto-me:

Rascunho por Sofia às 16:37
link do post | Escreve tu também... | favorito
|
4 comentários:
De soaresesilva a 20 de Abril de 2006 às 12:45
Há estranhos encontros que não se sabe porque se desencontram! Acabas com essa amizade e acabas com o blog? É pena, muita pena!


De rosa maria a 20 de Abril de 2006 às 13:51
Porque tens que acabar o blog...? Já não é por pensar em alguém? Passa a ser, para pensar em ti...
Fica um beijo


De MoonLight a 20 de Abril de 2006 às 21:36
Não termines o blog, porque algo pode ter acabado na tua vida! Conheço bem demais uma história em tudo semelhante! Mas não me calei... Mesmo ficando a relação diferente, deixei que o coração falasse... e sabes? Ficou mais leve, mais colorido... Descobri novos sentidos! Novos rumos! Ainda sonho com... Mas aceito de outra forma! Não tinha nada a perder... e deixei de guardar e calar... Se o incomodei com as palavras e com as perguntas que ecoavam cá dentro... paciência! Eu não podia era continuar angustiada! Foi assim que me libertei... E que o libertei, ainda que ele continue a morar cá dentro! Muita força. Bjs de Luz


De Pharaoh a 23 de Abril de 2006 às 04:01
também acho que não deverias terminar assim desta forma os propósitos que um dia te levaram aqui a revelar esta faceta tua,,, penso que como tudo, também a vida é um lugar constantemente em remodelação, onde o presente e o futuro são por inerência própria criações de um passado que fomos,,,

assim, de que vale encerrarmos capitulos como este espaço e essa amizade, por algo que ainda não se conseguiu compreender...

eu sei, que não posso nem devo sequer pedir-te que reconsiderasses esta tua decisão, mas quem te lê reconheçe que entregas muito de ti aos textos que escreves, e isso só por si, é já um motivo para um não terminar com um fim assim :)

ok, beijinhos e um excelente fds prolongado


Podes escrever tu...

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Momentos

. ...

. Tu...

. Coisas Simples...

. Mais que mil palavras...

. ...

. ...

. Sonhos e melodias...

. Lágrima...

. ...

. Se eu fosse...

.Passar do tempo

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds